A ligação de 23:59

22:29


Dia 30 de dezembro.
Mensagem de voz:
(Mãe)
ー Mãe, eu já cheguei, estou bem, não precisa se preocupar, a vovó e vovô foram me buscar no aeroporto e já estou me arrumando para encontrar o mar. O dia está lindo, só é uma pena que terá que trabalhar nestas férias, estou morrendo de saudades, eu te amo muito.
(Namorado)
ー Oi amor, já cheguei na casa de praia da minha avó, estou me arrumando para ir ver o mar, ele parece o mesmo vindo da minha janela, espero que esteja curtindo Brasília com os seus pais. Estou com saudades, beijinhos.

ー Vóóóóó, posso ir na praia?
ー Claro minha filha, que horas você volta?
ー Volto depois do pôr do sol.
ー Tudo bem, qualquer coisa me liga, não quero que volte muito tarde! Se cuida e cuidado com os estranhos minha neta.
ー Me cuido sim vó, pode deixar. Beijinhos, eu amo a senhora ー Então eu a abraço
ー Eu também te amo, querida.

Chegando na praia vejo a imensidão de água que chamamos de mar, vejo a areia branquinha, algumas algas que insistem em sair dos seus postos e apenas se jogarem em direção aos desconhecidos banhistas à minha frente. Consigo achar algumas conchinhas sem ao menos me banhar, mas sei que até o final do verão terei algumas centenas delas de recordação. Deixo a minha bolsa em uma das mesinhas da orla da lanchonete da minha tia. Então a encontro.
ー Oi tia Melinda, como vai?
ー Briana querida, minha mãe disse que veria, só não sabia que já te encontraria aqui na praia tão cedo, se soubesse teria me arrumado melhor para encontrar você. Minhas filhas estão todas no shopping se quiser posso ligar e pedir para que te esperem lá.
ー Calma tia, eu estou bem sozinha aqui. Eu posso encontrá-las mais tarde, não tem necessidade de interromper o que elas estão fazendo agora. E você está linda nesse avental laranja, não precisa de mais nada!
ー Obrigada Bri, vai ficar na praia até que horas?
ー Irei ver o pôr do sol.
ー Venha lanchar aqui mais tarde, quando parar para um descanso.
ー Eu estava mesmo pensando em fazer uma companhia para a senhora, separei aquela mesa ali ー apontei para mesa com a minha mochila ー para podermos lanchar, logo logo eu volto, beijinhos 
ー Beijinhos Bri

Correndo em direção ao mar, paro onde sei que é o último lugar que a água alcança e espero. Espero pacientemente, até que ela chega, gelada e maravilhosamente transparente com espumas brancas, não penso duas vezes e corro em direção as ondas, elas fazem parte de mim, como eu dela. É na água que consigo pensar melhor, ela é minha melhor amiga, preciso senti-la. Então a sinto. Enquanto mergulho vejo pequenas algas passarem por mim, a maré me puxando pra trás, as maiores conchas passarem por mim. Sinto o sol na minha cabeça, o sal e a areia invadirem o meu corpo e a água gelada se tornar refrescantes limonadas em dias como aquele. Quando volto a superfície para pegar fôlego eu o vejo, Guilherme, meu melhor amigo quando eu costumava morar em Santos, não acredito que seja ele, faz tanto tempo que não o vejo, está mais alto, mais moreno, mais forte, mais bonito...

ー Bri... Briana, é você?
ー Gui!!!!!! ー Nado até ele e o puxo para um abraço.
ー Quanto tempo tampinha, estava com saudade da sua chatice.
ー Você é o mesmo de sempre não é? Vou retirar meu pensamento de que também estava com saudades.
ー Eu sei que você me ama, não precisa dizer. Acho que já até tatuou isso em Minas antes de vir me ver.
ー Você é muito engraçado sabia? Agora me diz como vai a Dona Lúcia e o Seu Geraldo?
ー Eles estão bem e vão adorar saber que a única filhas deles voltaram.
ー Mas é claro que eu voltei, você sabe que não consigo passar muito tempo longe dela.ー Passo a mão na água.
ー E nem longe de mim. ー Mostro a língua para o Guilherme.
ー Pode até ser... 
ー Como vai o Gu safadão?
ー Guilherme! ー Odeio quando o Gui chama o Gustavo assim ー Ele está bem, nos estamos bem, se é isso que você quer saber... ー Abaixo o olhar.
ー Entendi. Acho melhor eu te deixar aqui se entendendo com os seus pensamentos, você não parece muito bem. Mais tarde a gente se vê.
ー Tudo bem, mais tarde então.
ー Tchau Tampinha
ー Tchau Bebezão.

Depois de voltar ao mar, pensar em tudo que aconteceu nos últimos dias incluindo: Vir para a minha antiga casa ー que agora é a casa de praia dos meus avós depois da morte do meu pai ー minha mãe resolver trabalhar nas férias e não ficar comigo no meu aniversário, meu namorado não conversar comigo direito e não dizer que me ama, reencontrar meu velho amigo de infância e ainda parecer que nada, nem nenhuma distância nos separou. Quando todo esse furação passa por mim, eu finalmente vou encontrar minha tia para o lanche que prometi à ela. Após comer meu X-EggBacon com uma batata-frita grande e uma paleta mexicana recebo uma ligação incomum do Gustavo.

Início da ligação.
ー Oi Gusta
ー Olá morena, como vai as ondas, sua avó, seu avô e o restante da família?
ー Vão bem Gu e a sua família?
ー Eles estão bem. E você Bri, como está?
ー Estou bem amor e você?
ー Também!
ー Por que me ligou? Você nunca conversa comigo antes das oito da noite.
ー Eu te liguei pois eu não sou mais o Gusta lindão, delicia, que tem uma namorada super-gata que está com um bikini lindo na praia. ー Tento segurar o riso.
ー A não? Quem é você?
ー Eu sou um gênio da lâmpada!
ー Igual o do Aladim que concede três desejos e tudo mais?
ー Exatamente! E quais são os seus três pedidos?
ー Isso é sério?
ー Responde linda.
ー Ok ok. 1- Quero uma Mercedes.
ー Boa escolha.
ー 2- Quero meu pai de volta.
ー Adoraria ter conhecido meu sogrão.
ー 3- Queria todos que eu amo aqui comigo no meu aniversário.
ー E quem seriam estas pessoas que você ama? ー Sinto um tom de ciúmes na sua voz
ー Você e a minha mãe.
ー Linda, preciso desligar agora! Até amanhã, beijão.
ー Até, beijinhos, estou com saudades!
Fim de ligação.

Assim que encerrei aquela ligação que ao meu ver foi muito esquisita, percebi que havia perdido o pôr do sol, já estava na hora de voltar pra casa! Estava bastante cansada, então apenas me despedi de todos e me retirei da sala de estar indo para um meu quarto descansar depois de um longo dia.

Dia 31 de dezembro.
08:00
Acordei pela manhã bem cedo. Tive a honra de escolher o café da manhã e ajudar a prepará-lo também! Adorava ajudar minha vó na cozinha, sempre voltava para casa com várias receitinhas novas, prontas para serem preparadas no café da manhã, o que era uma coisa que minha mãe adorava que eu fizesse, a surpreendesse. Desta vez não foi diferente, panquecas com mel e morango, paletas mexicanas caseiras e mini sanduíches naturais de frango.
15:00
Na parte da tarde fui ao shopping com as minhas primas: Mariana, Júlia e Clarice, todas filhas da tia Melinda, trigêmeas idênticas. Sempre imaginei o quanto era difícil saber quem é quem, ー imagina para minha tia que tinha que reconhecê-las?. Mas depois que elas começaram a usar um colar com a letra inicial do nome delas, sinto que é mais fácil reconhecê-las, a não ser quando elas tentam pregar um peça com você, como é o meu caso agora. Caí naquela brincadeira de novo! Compramos nossas roupas para usarmos na virada do ano, bikinis novos, produtinhos de beleza e ainda ganhei um presente de cada uma delas adiantado, já que dia primeiro é meu aniversário. Ganhei um par de tênis dourado e branco, um pingente para minha pulseira da Vivara e um conjuntinho muito fofo: uma regata cinza soltinha e um short jeans com várias bocas desenhadas. Apos sairmos fomos em direção a casa da nossa avó onde poderíamos nos arrumar até o grande Show. 
21:00   
Está quase na hora do Show da virada começar, será na praia e terá a presença da Ivete, Anitta, Luan Santana, Preta Gil, Wesley Safadão, dentre outros cantores que eu amo!
Todos  da família vieram comemorar, dentre eles: minhas primas, meus primos, meus avós, minhas tias e tios, a família do Guilherme, algumas amigas minhas de Santos e de BH vieram também. Tento aproveitar a festa ao máximo! Sorrio com eles, estou muito feliz, mas faltam ainda duas pessoas para que tudo isso se torne completo e melhor! Adoraria que o Gusta e a minha mãe estivessem aqui...
23:51 
Faltam menos de 10 minutos para 2017, 10 minutos para completar 17 anos, 10 minutos para um ano diferente, um novo ano bom, um novo ano em família. E é nesta hora que sinto saudades da minha mãe e quase começo a chorar, mas felizmente consigo segurar as lágrimas, sei que ela não fez nada por mal. Mas me sinto sozinha, do mesmo jeito que vim pra cá e entrei naquele aeroporto, sozinha.
Então recebo uma ligação que eu não sabia que iria mudar a minha vida, ou melhor o meu ano.

Início da ligação
ー Amor? ー Grito por conta do barulho.
ー Quantas horas são agora?
ー Jura que está me perguntando isso?
ー Responde linda.
ー 23:59
ー Faltam um minuto para o aniversário da minha morena?
ー Sim, faltam! ー Falo sem muitas esperanças
ー E o que mais falta no seu aniversário?
ー Você e a minha mãe aqui comigo!
ー Entendo. Amor?
ー Oi. ー Ele realmente me chamou assim? Meu Gusta voltou?
ー Você está linda neste vestidinho branco de renda sabia?
ー Como você sabe que estou com um vestido branco de renda?
ー Um passarinho verde me contou, e ele está atrás de você!
Fim de ligação.

Quando finalmente tenho coragem de olhar para trás, não vejo ninguém menos que minha mãe e meu namorado juntos atrás de mim, sorrindo. Nessa hora não consigo mais segurar as lágrimas, eu os abraço em conjunto enquanto a contagem regressiva começa e em pensamento, conto: 10... 9... 8... 7... 6... 5... 4... 3... 2... 1... e Feliz aniversário pra mim!
Todos da minha família pulam em cima de mim me desejando feliz aniversário, além dos meus amigos. Várias garotas que eu nunca tinha visto na vida me desejam parabéns e mesmo com um grande show acontecendo todos cantam Parabéns Pra Você, porém chega uma hora em que os músicos param de cantar, vira um breu e ninguém entende o que aconteceu. Até que um dos produtores do Show vêm até mim e me convida para subir ao palco, ー pois o Guilherme havia implorado para o Rubens (o Produtor) fazer esta homenagem pra mim no meio de todo mundo ー sem reação apenas sou conduzida pelo Rubens. Há um grande holofote branco seguindo meus passos, subo ao palco e me encontro com o Luan Santana que me abraça e me deseja Feliz Aniversário e novamente cantam parabéns pra mim, mas não eram apenas 10 ou 15 pessoas no meio de uma multidão com quase 50 mil pessoas. Realmente 50 mil pessoas cantaram parabéns em conjunto enquanto eu aparecia em rede nacional e mais pessoas celebravam comigo os meus 17 anos.
Agora possivelmente é o momento mais feliz da minha vida, como desejo que hoje seja o mais feliz da sua. Seja onde estiver, com quem estiver, estou aqui com você te dando um pouquinho da minha alegria e recebendo um pouquinho da sua. Todas as minhas energias estão com você! Espero que cuide bem de-las e saiba usá-las. Saiba que eu amo você, te conhecendo ou não, eu amo você!
Tenha um Feliz Ano Novo meu amigo (a), ou assim como eu, um Feliz Aniversário! 

Posts Relacionados

0 Respostas

Tecnologia do Blogger.

Se inscreva na Newsletter

Curta-nos no Facebook