O garoto cinza

19:57


As vezes eu paro eu fico a pensar no que me levou a gostar de você de uma forma tão pura, porém tão rápida. Você menino dos olhos claros que me observava enquanto eu andava pelos corredores do colégio, você que sorriu pra mim de uma forma tão doce quando descobriu que eu também te olhava quando fazia isso, você que usa uma blusa cinza e vermelha de uma marca qualquer e que mesmo no frio insiste em não se deixar ser esquentado por ela.
Menino tímido, menino safado, menino, meu pobre menino...
Com fama de pegador, mas um traço de fingido  me conquistou, o seu jeito de falar com um sotaque quase carioca e e uma barba por fazer define quem é você. Sua coleção de bonés intermináveis e uma calça jeans qualquer me fez admirá-lo do jeito que é.
Ó se soubesse...
Faz três semanas desde que o reparei pela primeira vez, não tinha como não te notar, estava trocando de blusa na quadra escolar e seu abdômen definido ficou amostra, mas, existe um porém, minha amiga gosta de você e infelizmente, eu também!
Eu não sou fácil de se deixar levar, não dou em cima, prefiro ficar no meu lugar, mas ela tenta inutilmente esconder o sentimento enquanto me joga (literalmente) em cima de você em todos os momentos.
Você já percebeu que isso acontece, mas não fala nada pois na sua filosofia quanto mais mulher melhor. Não sei o que fazer a respeito, você precisa me responder, ler minhas mensagens e dizer quem é melhor pra você. Caso eu não seja escolhida entenderei, não quero brigas, quero a verdade, e quero agora, dê-me as respostas garoto cinza. Ao contrário, ficarei bem, ficarei feliz por um segundo ou dois, com você não existem meses para se contar e sim uma enorme lista de nomes para você preencher durante a sua vida, entendo que não gosta de coisas sérias, mas já me apeguei e prefiro que não saiba, que ninguém mais saiba, além de você, só você, coração.

Posts Relacionados

2 Respostas

Tecnologia do Blogger.

Se inscreva na Newsletter

Curta-nos no Facebook