Resenha: Mais que 5inco Minutos - Kéfera Buchman

01:42




Muito Mais Que 5inco Minutos

Livro: Muito mais do que 5inco minutos
Autor(a): Kéfera Buchman
Editora: Paralela
ginas: 144 páginas
Ano: 2015
Nota: 10
Sinopse:  Com apenas 22 anos, a curitibana Kéfera Buchmann já reúne quase doze milhões de seguidores nas suas mídias sociais (YouTube, Facebook, Twitter e Instagram). São cinco milhões de assinantes só no seu canal no YouTube, “5inco minutos”, o quarto mais visto do Brasil. Ela recebe centenas de mensagens de fãs de todo o país diariamente e é sempre parada na rua. Se o YouTube é de fato a nova televisão, como argumentam alguns estudiosos, hoje Kéfera equivale aos antigos astros globais.
Com algumas diferenças, porém: enquanto aqueles atores e atrizes geralmente cultivavam um discurso de bons moços, Kéfera ficou conhecida por dizer o que pensa. E é daí, dessa sinceridade chocante e muitas vezes desbocada, que se alimenta o seu sucesso enorme. Muito mais que 5inco minutos traz essa Kéfera sem papas na língua, mas não é centrado na sua fase atual de youtubber popstar. O livro joga luz sobre uma Kéfera que nem todos os fãs conhecem, a Kéfera pré-fama.
A menina super sensível que sofreu bullying em quase toda a infância e que, em vez de se dobrar, se tornando uma pessoa amargurada, se reinventou e ressurgiu como uma jovem forte e alegre que serve de exemplo para milhares de meninos e meninas. Kéfera fala desses momentos difíceis e também da sua relação tortuosa com a matemática, do seu primeiro beijo, de moda e de relacionamentos. Não faltam, claro, momentos hilários. E outros de deixar o coração apertado. Ou seja, Kéfera sendo mais Kéfera do que nunca.


Kéfera Buchman é uma youtuber conhecida pelo seu senso de humor e pelo seu jeito único. Sendo que, seu jeito de agir e conversar diante da câmera ou da vida real é que a tornou um estouro na internet. Palavrões, gírias, mais palavrões é sua rotina.
E depois de alguns aninhos fazendo a gente rir bastante, criou um livro, contando sua história. Desde criança ao seu primeiro vídeo falando sobre a vuvuzela.
 Acompanho a Kéfera e o seu canal no Youtube, 5inco Minutos desde o começo de 2013. Mas antes disso, via memes com ela passando diretamente e indiretamente pela página inicial do meu Facebook desde 2011. 
Eu tive o enorme prazer de conhecê-la em uma noite procurando um vídeo pelo Google - não encontrei o vídeo, mas encontrei a Tia Kéfera - e o resultado disso tudo foi : passar horas e horas do dia posterior vendo todos os seus vídeos. Sinceramente, nunca ri tanto em menos de 10 minutos na minha vida.
Desde então, acompanhei todos os seus vídeos, me inscrevi no canal, segui o seu twitter, curti todas as fan pages possíveis só para me sentir mais ligada a essa pessoa maravilhosa. Se isso é amor? Não sei, mas nossas energias bateram.  
Quando soube que ela iria publicar um livro, fiquei loucamente ansiosa, quase implorei minha mãe pra comprar ele na pré-venda mas enfim, ela não quis me dar. Acompanhei todo o conjunto para a formação do livro como: sua escrita, até o anúncio, a sessão de fotos para a capa e o conteúdo interno do livro, os autógrafos na Pré-venda e na Bienal do Rio (infelizmente não pude ir).



O livro, só pude comprar na Bienal de Contagem que teve esse ano em Minas Gerais, para ser mais exata. E assim que estava com ele em mãos, foi impossível não dar uma espiada, olhar as fotos, as palavras em negrito, etc, "ler" o livro inteiro só "olhando". (entendedores, entenderam)
Com o os "extras" de conteúdo fotográfico dentro do livro que citei a pouco, vemos que, a L-I-N-D-A da Vilma Tereza está presente com uma roupinha muito lindaaaaaa. (da vontade de apertar) Mas toda essa atmosfera faz com que a leitura fique mais leve e descontraída de uma maneira saudável sem perder o foco do assunto escrito. 
Com menos de 30 anos e com muita história pra contar, Kéfera, mostra uma maturidade enorme, um caráter encantador e uma história de superação magnifica. 
Buchmann fala de assuntos "tabus" muitas vezes, até dentro de casa. Como Bullying que sofria na escola tendo diversos apelidos "muito delicados" sendo alguns deles; balão, rolha de poço, saco de areia, balofa, pneu de trator, bolo fofo, pudim de banha, baleia, etc. 
Mas como dizem, o mundo da voltas, não é? 
Outro assuntos abordados no livro são: Depilação íntima, o primeiro amor e os foras levados. Sempre permanecendo com suas lições de moral e um humor inigualável.
Posso dizer que este livro eleva o humor das pessoas, nos piores e melhores momentos. É um livro pequeno, rápido de ser lido e que não perde o humor tão sedo. 
Com uma capa simples, animada e que chama a atenção, com uma ótima organização e diagramação, digo que tudo que ele merece é os meus parabéns.
Por fim, o livro não tem idade, se você tem 10 ou 40 anos vai se divertir da mesma maneira. Ele corta muros, não tem papas na língua, não engole sapo, é o tipo de livro que ninguém nunca viu igual. Não me arrependo por ter comprado, mas para lê-lo você tem que levar em consideração o respeito e tirar o preconceito que você estiver querendo livro da sua cabeça.
Mas fiquem por ai, a boa notícia é que teremos o segundo livro "Como cheguei até aqui depois do primeiro vídeo? Bem, isso é história pro próximo livro." Contando os dias.

Então é isso meus amores, espero que tenham gostado desse gostinho de quero mais desse livro e compram e venham me contar o que acharam. Espero vocês.
Beijocas e até a próxima.

Posts Relacionados

2 Respostas



  1. Maravilhoso
    Kefera tem um jeito todo dela de ser. E com o livro não seria diferente! Ela nos leva da gargalhada alta ao conselho profundo. Escrito de um jeito que o torna fácil e rápido de ler, é cativante e ainda tem fotos fofas (e engraçadas!). Vale a pena a leitura!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você resumiu perfeitamente tudo que eu quis dizer com a resenha. Fico feliz por ter gostado da resenha e por gostar da nossa querida Kéfera. Beijocas, Carol.

      Excluir

Tecnologia do Blogger.

Se inscreva na Newsletter

Curta-nos no Facebook